terça-feira, 15 de julho de 2008

Minhas meninas,

Desculpem a ausência, é que a vida anda atribulada, eu ando ainda mais atribulada. Com essa greve dos Correios fiquei com preguiça de escrever, sabia que ia demorar a chegar a vocês e fiquei achando que quando as palavras chegassem eu já não seria mais a mesma que as escreveu...

O aniversário foi bom, amigos ao redor, tantos telefonemas, recadinhos, mensagens de celular mas eu estava mesmo em outro lugar. Disseram que agora meu ascendente ia dominar tudo, aí uma amiga fez meu mapa astral e eu fiquei sabendo o que é um canceriano com ascendente sagitário. Acho que não sou eu não ali naquelas linhas com estrelas e planetas. É que ando me achando mais canceriana que nunca, entendem? Eu nunca fui ligada nessa coisa de signos, de horóscopo, mas devo estar entrando no processo de me descobrir de novo. Deve ser bom isso.

Comecei no trabalho novo. Não tive medo de largar o outro, senti até um certo alívio. Pena que as coisas não sairam todas como eu gostaria, as pessoas podem se mostrar muito mesquinhas e, pior, no fundo eu sabia que elas eram assim, só não quis acreditar. A mania de achar que todo mundo é bom. Eu sempre me lasco, mas prefiro assim. Melhor que ficar paranóica e desconfiar de cada sorriso ou gesto bacana que tenham comigo. Deve ser ruim viver assim.

E vocês?

Jana, como é viver nesse país tão lindo? Eu sempre tive vontade de conhecer, acho que iria pirar com as pessoas, as roupas, os rituais. Ia morrer de tirar foto das coisas. Aliás, tou pensando em fazer um curso de fotografia e comprar uma máquina semi-profissional. Olha o perigo que vai ser isso. Conta pra mim como são as ruas, como é o cheiro e as pessoas?

Brizoca, minha amiga achou um apê aí em Boa Viagem, lá na Rua dos Navegantes. Ela vai, cheia de medo e expectativa. Tu fica amiga dela? É das melhores pessoas e tá jogando tudo pra cima pra viver o amor. É bom isso, sabe? Eu fiquei lembrando de quando eu vim morar aqui com Marcelo, eu não tinha medo, só de que acabasse e que bom que continua! A gente tá tão feliz, construindo as coisas, fazendo planos para morar numa casinha, pintar tudo colorido e eu plantar um jardim. Eu sei que demora, mas tem sido bom pensar nisso. E teu menino, e tua casa?

Tatit, tá mais perto que longe da gente ir te visitar. Só deixando passar a correria no trabalho novo, acostumando com a rotina e colocando as coisas em ordem. Eu gosto da equipe nova e do meu computador cheio de trique-trique. O ruim é que não tem nenhum lugar bacana para comer por perto, aí eu sofro no almoço sem minhas saladas e nas tardes sem um sonho de valsa. O jeito vai ser trazer de casa. Quero ver durante a TPM, vou tazer é barra de chocolate de um quilo pra ver se melhora o azedume que se apossa de mim.

Agora eu preciso ir, mas, promessa, vou escrever logo. Tava pensando aqui, vamos nos mandar postais? Ou uma fotinha de cada uma num lugar bacana da cidade que a gente goste muito, ou que vá com freqüência. Bora? Eu ia adorar!

Um beijo em cada uma.

Van

4 comentários:

Briza disse...

bora, van!

tatit disse...

eu topo também! já estou pensando em fazer a foto no próximo final de semana que vou viajar... :)

Dona Janaina disse...

Tá mais que bom!
vou procurar um lugar bonito e ensolarado pra tirar foto. E vou ver de comer um sorvete de feijão pra matar vcs de vontade! rs

Vanessa Campos disse...

Eitaaaaaaaaaaaaaaaaa!
Eu vou tirar foto também no fim de semana, tomando um chopp de vinho :)